O SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho) é um serviço que integra profissionais da área de segurança do trabalho, como médicos, enfermeiros, engenheiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. O principal intuito do SESMT é garantir a reeducação e capacitação da equipe de trabalho bem como a integridade e saúde dos funcionários.

Entenda a seguir a importância da interação entre o SESMT e o setor de RH de uma empresa e como isso pode contribuir para auxiliar na implantação do polêmico eSocial.

O que é o eSocial e para que serve?

O eSocial é um sistema que busca unificar informações dos trabalhadores para o governo como folhas de pagamento, vínculos, contribuições previdenciárias, aviso prévio, informações sobre o FGTS e escriturações fiscais. O intuito do eSocial é simplificar o cadastro de informações evitando o retrabalho, uma vez que não será mais necessário entregar a mesma informação para a Caixa Econômica e para a Previdência, por exemplo.

Além da simplificação das informações, o sistema busca reduzir o custo do RH nas empresas. As principais novidades com relação ao eSocial dizem respeito à sua obrigatoriedade agora também para empresas pequenas, que tiveram o prazo de implantação prorrogado para setembro deste ano. Empresas com faturamento acima de 78 milhões em 2016 são obrigadas a usá-lo desde janeiro de 2018.

Como a interação entre o SESMT e RH das empresas pode ajudar?

Ainda que a ideia do eSocial seja facilitar o processo ao sistematizar tais informações, o sistema está tirando o sono dos profissionais de RH. São eles os responsáveis por realizar este registro, e a atualização dos dados cadastrais exige muitos documentos e muita atenção: caso existam erros, as multas são muito altas e pode haver fiscalização retroativa.

É essencial que haja uma interação entre o SESMT e o RH das empresas para assegurar o envio correto dos eventos, cumprir o atendimentos aos prazos do eSocial e garantir a saúde dos colaboradores, bem como sua produtividade.

Essa integração auxilia na prevenção de acidentes de trabalho e doenças laborais, contribuindo para um ambiente de trabalho mais agradável e para o bem-estar de todos os envolvidos. Além disso, torna possível a articulação de treinamentos e campanhas mais efetivas.

Houve alterações nos eventos de SST?

Atualmente, muitas informações referentes à Saúde e Segurança do Trabalho (SST) são ineficazes. As mudanças nos eventos de SST no eSocial visam, então, o alinhamento com as Normas Regulamentadoras propostas pelo MTE (Ministério do Trabalho). A padronização oferecida pelo eSocial irá auxiliar no melhor uso dessas informações

A criação de dois novos eventos (S-1065 – Tabela de Equipamentos de Proteção e S-2245 – Treinamentos e Capacitações) e exclusão de um deles (S-2241 – Insalubridade, Periculosidade e Aposentadoria) foram as mais significativas, mas todos os eventos sofreram alterações. Vale ressaltar que os profissionais de RH precisam entender e estar atentos aos prazos de envio dos eventos.

O site do sistema disponibiliza um manual e outros documentos que auxiliam no processo do cadastro e é recomendável que os responsáveis deem uma olhada minuciosa, para não deixar passar nada.

Se gostou do nosso artigo, que tal compartilhá-lo com outras pessoas para que possam esclarecer as dúvidas sobre o SESMT?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba informações de Soluções QSMS
Receba o conteúdo mais recente primeiro.
Nós respeitamos sua privacidade.
05out 2018

Conforme determinação do Governo Federal, todas as empresas brasileiras precisarão fazer o envio de eventos do eSocial. A medida visa otimizar o repasse de informações, já que o eSocial vai substituir uma série de documentos, concentrando todos os dados relevantes que devem ser notificados. Além de facilitar o repasse, a mudança vai expor de maneira mais […]

01out 2018

A partir de 2019, começa, no Brasil, a obrigatoriedade de implementação do eSocial nas empresas. Até o mês de julho, todas elas, independentemente do faturamento, precisarão fazer o envio das informações de processos, controle de postos de trabalho e sistemas de forma centralizada. Será necessário incluir Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT), atestado de saúde ocupacional […]

27set 2018

Os acidentes de trabalho, além de ser um dos maiores causadores de indenizações trabalhistas, acabam se tornando uma ameaça para a segurança e para a integridade física dos colaboradores. Por essa razão, não existem dúvidas de que a precaução é sempre a melhor alternativa para evitar incidentes desse tipo, tanto para as empresas quanto para os profissionais […]

12set 2018

O SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho) é um serviço que integra profissionais da área de segurança do trabalho, como médicos, enfermeiros, engenheiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. O principal intuito do SESMT é garantir a reeducação e capacitação da equipe de trabalho bem como a integridade e saúde […]

23ago 2018

O eSocial para empresas foi elaborado em conjunto pelos principais órgãos do Governo Federal para modernizar o modelo das relações de trabalho. Nada mais é que uma plataforma digital que tem o objetivo de garantir os direitos dos trabalhadores, tanto trabalhistas quanto previdenciários. Sendo assim, esses quesitos passarão a ser unificados, registrados e controlados por esse sistema. Algumas […]

17ago 2018

Todas as empresas do Brasil, independentemente do faturamento anual, deverão implementar, até julho de 2019, o e-Social — ferramenta que tem o objetivo de integrar todos os dados referentes aos processos, sistemas e controles dos postos de trabalho, a fim de simplificar a rotina dos setores de recursos humanos. Compreender e se manter atualizado em relação às mudanças dessa […]